Manuel Machado, treinador do Nacional, sobre a vitória ante o Belenenses, nesta terça-feira, na Choupana, no encerramento da 21ª jornada da Liga:

«As condições do terreno e climatéricas foram aquelas que puderam observar. Entrámos bem, como tinha sido desenhado no plano estratégico, e fomos de alguma maneira premiados por essa pressão. Fizemos um golo e depois gerimos a vantagem, tendo alguma consistência defensiva e tentando depois dilatar o resultado. Esse foi o nosso maior pecado. Sabíamos que o Belenenses, a perder, iria investir em termos ofensivos, o que fez e bem, e iria dar algum espaço nas suas costas. Por isso, introduzimos mais um homem rápido, o Amuneke, mas nem tudo saiu tão bem como queríamos, pois não marcámos e tivemos a possibilidade de fazer o 2-0. Assim, acabámos por gerir essa vantagem. Fomos a equipa que mais investiu em termos ofensivos e por isso julgo que foi justa a nossa vitória. Em termos finais, o objectivo foi alcançado. A conquista dos três pontos acentua a retoma que já era visível com os dois empates nos jogos anteriores, após quatro jornadas sem pontuar.»

[Sobre a subida na tabela] «Com esta vitória continuamos na luta pela Liga Europa, pois estamos a um ponto do quinto lugar e a três pontos do quarto posto. Adivinha-se um último terço do campeonato muito interessante pois quatro ou cinco equipas bem posicionadas para tal e só duas serão premiadas.»