O médio Artur é o primeiro reforço de inverno com que o Marítimo vai atacar a segunda metade do campeonato. O criativo, que chega à madeira por empréstimo do Chornomorets, atual quinto classificado da Liga Ucraniana, já foi apresentado ao grupo e cumpriu, inclusivamente, a primeira sessão de treino com o leão dos insulares ao peito.

«A situação que estava a viver na Ucrânia, a vontade de voltar a jogar com regularidade e o facto de me quererem muito aqui foram os fatores que pesaram na hora de escolher. Quero ajudar o Marítimo e recuperar a alegria de jogar para apagar a má primeira parte da época», confessou Artur em declarações exclusivas ao Maisfutebol.

A intenção dos madeirenses em contar com o português durava há, pelo menos, meio ano, altura em que Artur cessou o vínculo com o Beira-Mar para rumar à Ucrânia onde apenas disputou cinco jogos e sempre na condição de suplente utilizado. Para o novo ano, já com o vermelho e verde dos insulares como pano de fundo, Artur já pensa em ajudar o clube a alcançar os objetivos.

«Não fiquei surpreendido com o que encontrei porque já sabia que o grupo tem muita qualidade. Fui muito bem recebido, as pessoas trataram-me bem, e penso que é perfeitamente possível chegar às competições europeias. O campeonato está muito competitivo e com duas vitórias damos logo um salto na classificação», analisou o médio.

Pedro Martins ganha, assim, mais uma opção para o meio campo, setor que ficou desguarnecido depois da lesão de João Luíz. A ligação entre os insulares e o jogador é valida para os próximos seis meses com opção de comprar a poder ser exercida no final da temporada.