«Há que investigar com profundidade para averiguar o que realmente se passou, mas se se trata de um roubo de pontos e, como isso supõe muito dinheiro, podemos falar de fraude. Estou convencido que não pensaram nas consequências, estiveram no Conselho há pouco tempo e nunca é bom voltar em tão pouco tempo», destacou Ecclestone em declarações ao Daily Mail-

A McLaren já tinha sido condenada em Setembro de 2007 a pagar uma multa de 100 milhões de dólares por um caso de espionagem à Ferrari. Ecclestone perspectiva um novo castigo pesado para a equipa de Dennis e Whitmarch. «Há muitos castigos possíveis. Seria terrível excluir uma equipa d campeonato, mas é algo que pode acontecer», acrescentou ainda o proprietário dos direitos da Fórmula 1.

A McLaren terá de se apresentar diante do Conselho Mundial da FIA, em Paris, para explicar os casos relacionados com a infracção do Código desportivo internacional, depois das alagadas mentiras de Lewis Hamilton, excluído do Grande Prémio da Austrália (ver peça à parte).