Em declarações à Lusa, o médico do Benfica rebateu as declarações de Eduardo Barroso, também ele médico e ex-presidente da Assembleia-Geral do Sporting, que na condição de comentador do programa «Prolongamento», da TVI24, questionou a insistência de Jorge Jesus em manter o jogador em campo.

«Eduardo Barroso falou do que não sabe, e falando do que não sabe mentiu. O jogador nunca correu risco de vida. Mais, nem sequer teve necessidade de ficar em observação nas horas seguintes ao jogo», afirmou Bento Leitão.

O médico do Benfica diz que são «injustas e completamente falsas as acusações que fez em relação a Jorge Jesus» e garantiu: «Nunca impôs o que quer que fosse e sempre respeitou as decisões do departamento médico do Benfica».

[artigo original 23h37]