Raúl Meireles, jogador do F.C. Porto, em declarações à RTP, analisa a goleada sofrida no reduto do Arsenal (5-0), e consequente afastamento da Liga dos Campeões, nos oitavos-de-final:

«Não vale a pena falar muito. Temos de levantar a cabeça. Ainda temos três troféus para ganhar.»

[como se sentiu a jogar perto do Nuno André Coelho, que foi adaptado a trinco?] «Senti-me bem. O Nuno não joga naquela posição, mas tem características para isso. O mister queria mais agressividade. Estamos todos desiludidos e tristes.»