Merga aproveitou uma mudança de ritmo protagonizada pelos quenianos Stephen Kiogora e Timothy Cherigat para destroçar o pelotão da frente e arrancar sozinho para a meta, perseguido apenas por outro queniano, Daniel Rono, que ficou no segundo lugar, à frente do norte-americano Ryan Hall.

A prova feminina foi mais emotiva, com a queniana Salina Kosegei a bater ao sprint a etíope Dire Tune, que defendia o título conquistado no ano passado. As duas atletas africanas cortaram a meta num intenso sprint, depois de deixarem a norte-americana Kara Goucher para trás. Dire Tune sucumbiu ao esforço depois de cortar a meta e teve de ser evacuada para um hospital para a receber assistência.