Para o astro do Barcelona, «Riquelme era um jogador muito importante na selecção, mas há que buscar outra solução» já que o companheiro renunciou à selecção das Pampas.

O capitão Mascherano também deixou palavras de apreço ao colega e lamentou a situação. «A situação do Román [Riquelme] surpreendeu-me, mas é uma decisão pessoal e há que respeitá-la. Era um jogador importante, todos o sabemos.»

O estreante Diego Milito, chamado pela primeira vez à selecção desde que Maradona está na liderança da alvi-celeste, defendeu a posição do colega de profissão. Para o avançado do Génova, «custa» que Román não esteja, já que é «um jogador muito bom». «Ele terá os seus motivos para deixar a selecção. É uma decisão pessoal sobre a qual não tenho nada a dizer. Temos grandes jogadores que o podem susbstituir».

A Argentina, com Lisandro López, Lucho González e Ángel Di Maria nos convocados, começa a treinar na terça-feira. A selecção sul-americana enfrenta no sábado a Venezuela e dia 1 de Abril visita a Bolívia. Os dois jogos contam para o apuramento do Mundial 2010.