No entanto, este registo pode não ser suficiente para a atleta do Benfica, uma vez que já há três atletas lusas com melhores registos, casos de Sara Moreira, Dulce Félix e Filomena Costa, enquanto Jéssica Augusto poderá consegui-lo na próxima primavera.

 

A maratona de Valência foi vencida pela queniana Beata Nandjala Naigambo, que bateu o recorde do percurso, em 02:26.58 horas.

 

No setor masculino, José Moreira foi o melhor português, com 02:15.07, ficando a 37 segundos do mínimo olímpico fixado pela Federação Portuguesa de Atletismo. Licínio Pimentel e Hermano Ferreira, que também tentavam o mínimo, desistiram, tal como Rui Pinto, que serviu de «lebre» ao seu colega de treino José Moreira.

 

O namibiano Nzau Mwangangi, que obteve a melhor marca de sempre em Espanha – 02:06.13 horas, à frente dos quenianos Kipkoech Kisorio e Felix Kipchirchir Kandir, com os registos de 2:06.32 e 2:07.08, respetivamente.