A Alemanha tornou-se nesta segunda-feira a primeira seleção apurada para as meias-finais do Mundial de andebol, a decorrer em solo alemão e na Dinamarca, ao derrotar a Croácia por 22-21. Com este resultado, e depois da derrota surpreendente da véspera com o Brasil, a seleção báltica já não tem hipótese de acompanhar a Alemanha.

Num duelo entre duas das equipas que partiam como candidatas ao título mundial, só no último minuto os alemães selaram a vitória sobre os croatas.

A vitória alemã garante também o bilhete francês para as meias-finais, o que afasta a campeã europeia, Espanha, da decisão pelas medalhas, isto, apesar da vitória de la roja sobre o Brasil (36-24).

No grupo 2, a outra anfitriã, a Dinamarca, deu um passo de ‘gigante’ para se apurar também para as meias-finais, triunfando de forma tranquila sobre o Egito, por 26-20, o que reforça a liderança da ‘poule’.

A Noruega aproximou-se dos rivais nórdicos ao bater a Suécia por 30-27, num jogo equilibrado entre as duas equipas que deverão disputar o outro posto de qualificação para as semi-finais.

Dinamarqueses, os únicos em prova só com vitórias desde a fase preliminar, têm dois pontos de vantagem sobre o adversário final nesta fase, a Suécia, segunda com seis, os mesmos da Noruega, terceira, enquanto a Hungria é quarta classificada com três pontos.

Os lugares que faltam atribuir na luta pelas medalhas, bem como a disputa do quinto e sétimo postos – que garantem a qualificação olímpica -, vão ser decididos na derradeira ronda da fase de grupos, na quarta-feira, com destaque para o Dinamarca-Suécia e o Noruega-Hungria, que decidem os lugares no grupo 2, bem como o Alemanha-Espanha e o França-Croácia.