red devils

«Que treinador pode dizer não ao Manchester United? Nenhum pode! O Manchester United faz parte de um pequeno grupo de clubes mundiais que ninguém pode recusar. Mas, primeiro que tudo, não acredito que Alex Ferguson saia em 2010», disse Mourinho, em entrevista à ESPN.

O técnico luso encontra, aliás, semelhanças com o homólogo escocês. «Ano após ano, ele continua a ser a mesma pessoa. É saudável, feliz..., não vejo razões para ele sair. E, é justo dizê-lo, espero que ele continue, porque é bom. Penso que, sim, temos alguns pontos em comum: muita ambição, vontade e prazer no futebol», considerou, justificando: «É por isso que depois de 14 jogos entre nós (pelo F.C. Porto, Chelsea e Inter), eu ganho, ele ganha, empatamos e, no final, há um grande respeito e um bom sentimento.»

Mourinho crê, inclusive, que terá a mesma jovialidade do sir, quando for mais velho. «O sentimento dele aos 70 anos, de quem tem prazer no que faz, é exactamente o mesmo que eu tenho aos 45. Imagino-me aos 60 com a mesma mentalidade de hoje.»