O encontro em Kazan começou com uma hora de atraso em relação ao previsto, que era 15h30, por causa de uma torrente de água que se abateu sobre a cidade russa. Quando começou, foi assim, com o golo da Rússia.

A vantagem permitiu aos anfitriões gerir o jogo, em ritmo baixo. A Rússia não se apressou a fazer muito mais, e essa baixa rotação acabou por animar o Luxemburgo, que a certa altura chegou a acreditar que podia marcar um golo. Não aconteceu, e foi a Rússia quem voltou a marcar. De novo Kokorin, agora a cabecear depois de um livre batido por Kombarov, levava o jogo 36 minutos.

Para a segunda parte Capello tirou Kokorin, o homem da primeira parte do jogo, e a Rússia continuou a gerir as operações. E voltou a marcar a meia hora do fim, para garantir que ficava mesmo a salvo de qualquer imprevisto. Agora foi Kerzhakov, depois de um canto e de um primeiro cabeceamento de Ignashevich.

Obviamente mais forte, a Rússia podia ter aumentado a vantagem, mesmo sem se aplicar a todo o gás. Kerzhakov esteve muito perto do segundo, não aconteceu e o jogo foi esmorecendo entre substituições e o relógio a avançar para o fim. Quando já se iniciava a contagem decrescente para o final, o Luxemburgo conseguiu o golo de honra, apontado por Joachim após uma jogada embrulhada na área, iniciada por Luisi e continuada por Bastos.

O 3-1 despertou a Rússia para um último fôlego, a garantir que a equipa não deixava Kazan com a imagem de um golo sofrido. Ryazantsev, jogador do Rubin local, subiu rápido, fez tudo na direita e deu para Samedov apontar o quarto.

A Rússia cumpriu o seu papel, antes de voltar a entrar em campo, de novo em casa, e frente a Israel, e à espera de ver o que faz Portugal, mais daqui a pouco.

Ficha de jogo:

Rússia: Akinfeev; Granat, Kozlov, Ignashevich, Kombarov; Denisov; Bystrov (Samedov, 68m), Shirokov (Ryazantsev, 82m), Faizulin; Kerzhakov e Kokorin (Ionov, 46m)

Luxemburgo: Joubert; Janisch, Gerson (Peters, 66m), Phillips, Laterza; Payal, Turpel (Bastos, 61m) e Jans; Joachim, Alves da Mota e Bensi (Luisi, 76m).

Marcadores: 1-0, 1m, Kokorin; 2-0, 36m, Kokorin; 3-0, 60m, Kerzhakov; 3-1, 89m; Joachim; 4-1, 90m, Samedov.