A Associação de Futebol do Gana confirmou a suspensão com efeito imediato e por tempo indeterminado dos dois jogadores.

Muntari agrediu um membro desta organização durante uma reunião, esta terça-feira.

Já Boateng insultou o selecionador Kwesi Appiah durante o treino de ontem. «Nã o mostrou nenhum remorso pelas suas ações, o que resultou nesta decisão», diz o comunicado da AFG.

O jogador garantiu ao jornal «Bild» que não insultou o treinador e que tudo começou numa «brincadeira» com Muntari durante o treino.

«Disse-lhe que ele tinha jogado a bola com mão e ele disse que não, então perguntei-lhe se ele era o árbitro», contou.

Segundo  Kevin-Prince Boateng, o selecionador não gostou de ver os dois jogadores a rirem-se durante o treino.  «Perguntou por que nos estávamos a rir. Dissemos que estava tudo bem e ele expulsou-nos do treino», acrescentou.

O jogador ganês revela que pediu então para falar com o treinador em privado: «Perguntei-lhe o que tinha contra mim e ele começou a gritar comigo e a insultar-me».

Boateng desmente então ter insultado  Kwesi Appiah, mas aceita a suspensão e desejou ainda boa sorte à equipa para o jogo contra Portugal.

Entretanto, Boateng publicou, no Twitter, uma foto com Muntari com a descrição «Amigos para sempre».