O médio do FC Porto inaugurou o marcador aos 38 minutos, aparecendo à entrada da área a corresponder a um cruzamento atrasado de Kevin de Bruyne.

Defour foi substituído a três minutos do fim, e logo a seguir a Bélgica sentenciou o encontro com mais um golo, da autoria de Mirallas.

Com este resultado a seleção orientada por Marc Wilmots passa a ter cinco pontos de vantagem sobre a Croácia, que empatou na Sérvia, em jogo presenciado por José Mourinho e que teve uma assistência (Sulejmani) e uma expulsão (Matic) benfiquistas.