O velejador solitário Ricardo Diniz chegou a Salvador, no Brasil, 42 dias depois de ter saído de Lisboa acompanhado pela gata Vitória.

Poucos minutos depois de atracar no país que está a organizar o Campeonato do Mundo, o velejador português falou à TVI. «Tive momentos imensamente difíceis e exigentes. Momentos até de algum desespero e grande ansiedade, mas faz parte. Não me canso de dizer que é o mesmo mar de há 500 anos e, mesmo com toda a tecnologia que temos hoje em dia, tive momentos mesmo difíceis», destacou.

Ricardo Diniz partiu de Lisboa a 27 de abril e, com paragens na Madeira e em Cabo verde, chegou a Salvador na madrugada desta segunda-feira com a intenção de homenagear a Seleção Nacional que está no Campeonato do Mundo.