Declarações de David Villa após a vitória da Espanha sobre a Austrália, no adeus da «Roja» ao Mundial2014 e no adeus do avançado à seleção espanhola:

«Sempre disse que amo jogar na seleção e que foi aquilo com que sempre sonhei. Jogaria até aos 55 anos, mas isso é impossível, devemos ser realistas. Tomei a decisão de ir para a MLS e estarei alguns meses sem competir, pelo que é complicado continuar. Se o mister me quiser chamar fico encantado, mas é difícil. Tenho de ser realista»

[sobre o estatuto de melhor marcador da seleção espanhola] «Espero que dure poucos anos, pois isso seria bom para a seleção. Seria um orgulho ser superado, pois estarei sempre na história desta seleção.»