Mustafá, jogador do Estrela da Amadora, garante ter sofrido falta de Danielson, na grande área. Na altura o Paços de Ferreira vencia por 1-0, mas o jogo terminaria com o resultado de 2-0:

«Foi um canto, apontado pelo Celestino. A bola vinha na minha direcção, para cabecear, e fui agarrado. Não tive hipótese de chegar à bola. Falei com o árbitro ao intervalo e no final, mas ele disse que não viu. Era penalty.»

[acredita que esse lance influenciou o desfecho do jogo?] «Depende. Podiam acontecer muitas coisas. Primeiro tinha de ser assinalado, depois tínhamos de concretizar. É relativo. Mas era importante.»

[sobre o jogo da Taça de Portugal, com o F.C. Porto] «Vai ser muito difícil, mas temos esperança de passar.»

[sobre o regresso à titularidade, nos últimos jogos] «Foram quatro meses sem jogar. É muito importante agora somar minutos. Tenho de continuar assim para voltar ao meu nível.»