Num plantel que privilegiou a estabilidade trazida pelos bons resultados da segunda metade do campeonato, apenas o lateral Bruno Moura, recrutado ao Palmeiras B, o médio Rafa Sousa, ex-Penafiel, e o avançado Djaniny, vindo do Benfica, já se estrearam com a camisola insular.

De resto, ainda que por motivos distintos, a vida não tem sido fácil para os reforços. Enquanto os portugueses Sequeira (ex-Leixões) e Lucas João (rodou emprestado ao Mirandela) ainda não conseguiram entrar na equipa por opção, os últimos passageiros a aterrar na Choupana, Jaime e Renato, apenas há pouco viram a sua situação regularizada junto dos serviços federativos. Já o moçambicano Zainadine Júnior bateu-se com alguns problemas físicos e só agora está pronto para lutar por um lugar no onze.

Neste sábado, pelas 10 horas, o Nacional disputa um jogo de treino com o União da Madeira (II Liga), na Estádio da Choupana, à porta fechada. Depois, o plantel terá direito a folga.