Pedro Caixinha deixou de ser treinador do Nacional da Madeira. Após ter orientado o treino matutino da equipa, o técnico de 41 anos, natural de Beja reuniu-se com o presente Rui Alves que decidiu prescindir dos seus serviços.

O alentejano sucedeu a Ivo Vieira, na época passada, e depois de uma pré-temporada prometedora, em que conquistaram o prestigiado troféu Ramón Carranza, os insulares tiveram um início de campeonato aquém das expectativas, com apenas cinco pontos conquistados. Algumas vozes na estrutura diretiva alvinegra questionavam já o lugar do treinador à frente da equipa.

A derrota caseira com o Gil Vicente terá sido a gota de água para Rui Alves que, tendo em conta o objetivo europeu para esta temporada, aproveita a paragem na campeonato para operar mudanças no comando da equipa técnica.

Na linha de sucessão perfilam-se três treinadores que já passaram pelo Estádio da Madeira: Manuel Machado, Carlos Brito e Casemiro Mior. A decisão deverá ser conhecida nas próximas horas.