«Em Guimarães não será um Nacional muito diferente do jogo anterior, que até foi positivo, se excluirmos o resultado. Queremos um Nacional igual, mas a melhorar o seu caráter ofensivo, acrescentando a isso os níveis de concretização», destacou Manuel Machado, referindo ao jogo com o Rio Ave, que terminou com o triunfo dos vilacondenses por 1-0.

O técnico dos ‘alvinegros’ considera que, apesar da classificação que ocupa (14.º posto com oito pontos), os objetivo dos madeirenses continuam a ser os mesmos.

«Na época passada estávamos praticamente iguais por esta altura e, face a isso, cabe-nos a responsabilidade de fazer melhor. Temos trabalhado bem, apesar do registo, que não é bom, mas que com a intenção de melhorar, a todos os níveis. Não conseguimos a Europa por um ponto, fizemos uma recuperação fantástica na segunda volta do campeonato e esse é, agora, um exemplo que nos norteia», afirmou.

Para isso, admite Manuel Machado, serão necessários alguns reajustes na reabertura do mercado de transferências, em janeiro. «Temos jogadores competentes para a baliza, a defesa também, mas estão a faltar perfis que não estão cá, prevendo-se o mesmo cenário da época passada a esse respeito», completou.