O tenista espanhol está em Barcelona para disputar o Troféu Conde Godó, e, questionado sobre o emblema culé considerou ser um «elogio» ser colocado lado a lado com o Barça.

«Para além de estar a jogar de modo espectacular, dá a sensação que não deixa respirar os adversários e, entregar-se no campo, do modo que os jogadores do Barça fazem, é um bom exemplo de como encarar o desporto, dando tudo em cada jogo», disse Nadal.

Tal como em Monte Carlo, o tenista maiorquino procura o quinto título consecutivo no Conde Godó, onde chega, pela primeira vez, como número um do muno. «Para mim, nada mudou, a pressão é a mesma», para depois dizer que não é imbatível em terra batida: «Os meus resultados são exageradamente bons e inimagináveis, mas não sou invencível, porque já perdi.»