Na garganta dos adeptos e também dos jogadores, estão duas derrotas com os castores esta época, na primeira volta do campeonato, e nos quartos-de-final da Taça de Portugal, esta última numa espécie de machada no sonho dos navalistas de igualar o seu recorde de permanência na prova e, quiçá, avistar o Jamor.

No regresso ao banco na Figueira de Ulisses Morais depois de 42 dias de ausência devido a uma inflamação numa perna, não admirava que os atletas o quisessem presentear com os três pontos que têm sido difíceis de somar em casa.

Ao contrário do início da época, a Naval tem conseguido melhores resultados nos jogos fora nas últimas jornadas, que contrastam com as três derrotas consecutivas entre muros, diante de adversários de respeito, é certo, como o são Nacional, Sp. Braga e Benfica. Contas feitas, os figueirenses já não vencem em casa há quase três meses: a última vitória no José Bento Pessoa aconteceu a 11 de Janeiro, diante da rival Académica.

Uma Pedrinha no sapato

O Paços aborda este jogo com a missão de inverter a história que aponta para um vazio de triunfos dos amarelos da capital do móvel na Figueira. O melhor que conseguiram foi um empate (1-1), há duas épocas. Mas em caso de vitória, será a segunda consecutiva, um feito inédito esta temporada, depois dos 4-0 ao Leixões antes do interregno. Em todo o caso, espera-se um jogo equilibrado, ou não fosse este um confronto entre o 10º e 11º classificados da Liga, separados por apenas um ponto na tabela.

Na contagem de baixas, os visitantes parecem em pior situação já que não poderão contar com Pedrinha (por castigo) e André Pinto (lesionado), dois jogadores importantes, especialmente o primeiro. As boas notícias vêm de Rui Miguel e Ozeia, de novo operacionais, mas também o médio Prieto está de volta.

Já Ulisses Morais não terá à disposição Bolívia e Dudu, o que está longe de ser problemático face à quantidade de opções.

Equipas prováveis:

Estádio Municipal José Bento Pessoa, na Figueira da Foz.

Árbitro: Bruno Paixão (Setúbal).

NAVAL: Peiser; Carlitos, Paulão, Diego Ângelo e Daniel Cruz; Lazaroni, Gilmar e Hauw; Davide, Marcelinho e Marinho.

Outros convocados: Jorge Batista, João Real, Camora, Baradji, Godemèche, Michel Simplício e Tiago Freitas.

PAÇOS DE FERREIRA: Cássio; Ricardo, Kelly, Ozeia e Jorginho; Paulo Sousa, Ferreira, Dedé e Rui Miguel; Edson e Cristiano.

Outros convocados: Bruno Conceição, Kiko, Danielson, Chico Silva, Filipe Anunciação, Prieto, Leandro Tatu e Carlos Carneiro.