Recorde-se que o médico do clube havia prognosticado, ao Maisfutebol, na última segunda-feira, que o treinador teria alta apenas amanhã mas, afinal, a recuperação foi mais rápida e permitiu encurtar em dois dias o regresso a casa. Se tudo continuar a correr como até agora, Ulisses Morais recomeçará a orientar a equipa na sexta-feira, o que equivalerá a dizer que estará no banco no domingo, para o jogo com o Benfica.

«Após os exames efectuados ontem de manhã e perante os resultados satisfatórios, foi-lhe possível prosseguir a recuperação em repouso domiciliário, mantendo a medicação prescrita pelo meu colega cirurgião. Na quinta-feira de manhã, regressará ao hospital, para fazer mais exames. Se tudo continuar a apontar para a evolução muito favorável que teve até agora, poderá começar a orientar os treinos desde o banco, evitando, claro, envolver-se nos exercícios. Isto que dizer que poderá dirigir a equipa com o Benfica, no domingo», referiu Pedro Santos, responsável clínico dos figueirenses.

Quanto ao estado de espírito do treinador, o médico garante que se encontra em óptimas condições: «Está muito bem-disposto, alegre, mas ansioso para voltar aos treinos. Para ele, é como se quinta-feira nunca mais chegasse para poder ter a alta definitiva e regressar ao trabalho.»

Simplício, Daniel e Carlitos de volta

Após a folga desta terça-feira, o plantel navalista retoma os treinos nesta quarta-feira, pelas 10h00, em Quiaios. Em perspectiva está o regresso sem limitações dos jogadores que se apresentaram com mazelas na segunda-feira, após o jogo com o Belenenses.

Neste sentido, os defesas Carlitos e Daniel Cruz, ambos com traumatismos resultantes da partida, assim como o avançado Michel Simplício, que sofreu uma ligeira gastroenterite, deverão apresentar-se a cem por cento.