Óscar Cardozo, avançado do Paraguai e do Benfica, em declarações após os quartos-de-final com a Espanha (0-1), que ditou a eliminação dos sul-americanos do Mundial-2010. Cardozo desperdiçou uma grande penalidade, quando havia 0-0. O avançado chegou à zona mista com os olhos vermelhos, num claro sinal das muitas lágrimas que lhe correram pelo rosto:

«Não aproveitámos as ocasiões que tivemos. Pessoalmente desperdicei um penalty e neste momento ainda não acredito que falhei. Mas a vida é assim e há que seguir em frente. Estamos conscientes que deixámos tudo em campo, mas sinto-me um bocado culpado. Falhei um penalty, se tivesse marcado teria mudado a história.

Ainda não sei o que pensar neste momento. Não acredito que falhei um penalty nos quartos-de-final do Mundial. Mas tenho de pensar que todos os jogadores falham grandes penalidades e que não vai ser o fim do mundo. O Paraguai mostrou que está a fazer grandes coisas e vamos seguir em frente.

Todos os companheiros me confortaram, deram-me apoio. Sei que falhei, mas vou trabalhar para não falhar no futuro. A verdade é que foi um Mundial com sucesso para o Paraguai, jogámos bem, inclusive neste último jogo. Saímos de cabeça levantada.»