O relatório, renovado a cada semana e que se centra nas cinco maiores ligas europeias (inglesa, espanhola, francesa, alemã e italiana), baseia-se nos dados da OPTA e tem como referência seis fatores - rigor, recuperação, distribuição de jogo, iniciativa, criação de oportunidade e remate.

O lateral do Southampton ganhou a «corrida» a Monreal do Arsenal e a Amavi do Aston Villa, que compõem os outros lugares do top3 desta posição em Inglaterra, mas não é único português considerado como o melhor a jogar nas cinco principais ligas.

Também Bernardo Silva foi considerado o melhor médio ofensivo sub-21 da Liga francesa e João Cancelo como o melhor defesa direito da Liga espanhola na categoria de jogadores sub-21.

No top15 dos melhores jogadores, até esta altura da época, aparecem ainda mais dois internacionais portugueses: Cristiano Ronaldo está em 3.º como avançado na Liga espanhola e Ricardo Carvalho em 15.º como central na Liga francesa.