Lima

Dois golos e muitas dores de cabeça para a defesa algarvia. Sabe movimentar-se, tem técnica e frieza no momento de finalizar, como ficou patenteado nos golos que marcou, fugindo à marcação dos defesas, frio na cara de Ventura no primeiro e rotação perfeita de cabeça no segundo.

Barge

Antes da vistosa jogada que fez para marcar o terceiro golo da sua equipa, já estava a destacar-se no jogo ofensivo do Belenenses. Arrancou do meio-campo e passou como quis pelos centrais, juntando técnica à raça que já exibira no resto do tempo.

Castro

Foi o mais inconformado dos algarvios. Lutou muito a meio-campo, mas não teve o acompanhamento necessário para desbravar terreno no povoado miolo adversário.

Tengarrinha e Miguel Ângelo

Tarde complicada para os centrais do Olhanense, bombardeados por passes para as suas costas, sem conseguirem anulá-los. Um deu golo e mais três poderiam também ter sido fatais. Para culminar, deixaram fugir Barge no terceiro golo.