O FC Porto comunicou esta quinta-feira à CMVM (Comissão do Mercado de Valores Mobiliários) que exerceu a opção de compra de Óliver Torres por 20 milhões de euros.

O médio espanhol chegou em agosto aos Dragões por empréstimo do Atlético de Madrid. Nessa altura, o comunicado enviado à CMVM referia um empréstimo de época e meia, até 31 de dezembro de 2017, especificando que «o contrato contempla a opção de compra definitiva dos direitos».

Só que esta terça-feira, o Diretor de Comunicação e Informação do FC Porto, revelou que havia a obrigatoriedade de compra de Óliver, uma informação que já tinha circulado, mas não tinha sido oficializada pelos Dragões.

A compra dos direitos do jogador foi entretanto agora oficializada.

Óliver Torres fez 40 jogos/7 golos na época 2014/15, com Julen Lopetegui. Voltou no verão de 2016 e leva 27 jogos/2 golos.

Leia o comunicado dos Dragões:

«A Futebol Clube do Porto – Futebol, SAD, de acordo com o artigo 248º nº1 do Código dos Valores Mobiliários e na sequência do comunicado feito no dia 25 de agosto de 2016, vem informar o mercado que exerceu a opção de compra para a aquisição dos direitos desportivos do atleta Óliver, pelo montante de 20.000.000€ (vinte milhões de euros), ao Club Atlético de Madrid.

Mais se informa que o contrato de trabalho com o jogador, para as épocas seguintes, será efetivado após término do contrato de empréstimo em vigor».