O Benfica está fora da Taça de Portugal. E fez má figura na Taça UEFA. Ganhou a Taça da Liga. Pois.

O Benfica perdeu os dois últimos jogos em casa.

Alguns adeptos levaram lenços e lençóis para o Estádio da Luz e mostraram-nos.

Que faz o presidente do Benfica?

Convoca uma conferência de imprensa e queixa-se de notícias.

A vantagem de ter memória é olhar para aquela conferência e recordar muitas outras idênticas. Com outros dirigentes, com outras derrotas para justificar, mas com os mesmos alvos: os jornalistas. Ontem uns; hoje outros; amanhã sabe-se lá quem. O discurso é velho, não justifica mais do que um parágrafo.

A equipa perde, Luís Filipe Vieira preocupa-se com os jornais. É uma possibilidade.

Sobre o que realmente interessa neste momento, apenas um facto: não foi feita qualquer promessa sobre o futuro de Quique Flores na Luz. E isso podia ter ajudado a equipa e o treinador neste final de temporada.

Alguns benfiquistas acharão que estou a ser injusto. Lembrarão que o presidente salientou o facto de o treinador ter contrato por mais uma temporada. Sem dúvida.

É pelo menos tão verdadeiro como a certeza de que passou o tempo em que na Luz os treinadores iam sempre até ao fim dos vínculos.

Restaurar essa nobre tradição parece ser mais difícil do que fazer um estádio.