AO VIVO

O P. Ferreira recebe nesta segunda-feira, pelas 20 horas, a Académica, no jogo que encerra a 26ª jornada. Um jogo que, apesar do horário impróprio, deve registar uma boa casa. Merece registar uma boa casa, aliás. Trata-se do primeiro reencontro dos pacenses com o público, depois da conquista histórica de um lugar na final da Taça de Portugal.

As perspectivas são boas, claro. O P. Ferreira está tranquilo (seis pontos acima da linha de água), a Académica tem quase a manutenção garantida (está dez pontos acima dos lugares de descida), por isso sobra a ideia de celebrar a festa do futebol. Como ela merece. Pela presença na final da Taça ou pela perseguição de um lugar histórico.

Paulo Sérgio quer que jogadores metam o pé

Ora como ainda não é seguro que os pacenses tenham garantido a permanência, nesta altura estão sempre sujeitos a um terramoto que possa atirar a equipa para o fundo da tabela, o treinador Paulo Sérgio já avisou que quem não meter o pé, não joga a final da Taça de Portugal. «Não pode haver festas porque ainda não ganhámos nada», disse.

«Se pudermos ser nonos, não vamos querer ser décimos. O V. Guimarães e a Académica estão à nossa frente e temos de pensar que podemos alcançá-los até ao final, na certeza de que, quanto mais rápido definirmos a nossa situação, mais depressa deixamos de dar esperança a quem está atrás de nós», acrescentou Paulo Sérgio.

Académica procura atingir o oitavo lugar

Do outro lado surge uma Académica muito tranquila nesta altura, que fez um bom trabalho durante a temporada e nunca chegou a estar aflita. Por isso já pensa em voos mais altos. O que nesta altura significa um lugar na primeira metade da tabela. «Vamos lutar para que terminemos a época como a oitava melhor equipa», garante Domingos.

«O empate será o mínimo que queremos, mas a vitória era importante para terminar a Liga na posição que temos actualmente. É essa a ambição de todos», disse o treinador da Académica, ele que não conta com os castigados Pedro Costa e Sougou, dois habituais titulares. Paulo Sérgio não tem os lesionados Dedé e André Pinto. Nisso as equipas estão iguais.

Equipas oficiais:

P. FERREIRA: Cássio; Ricardo, Danielson, Kelly e Jorginho; Ferreira, Paulo Sousa e Pedrinha; Rui Miguel; Cristiano e Edson.

Suplentes: Bruno Conceição; Kiko, Chico Silva, Ozeia, Filipe Anunciação, Prieto, Filipe Gonçalves e Carlos Carneiro.

ACADÉMICA: Peskovic; Pedrinho, Orlando, Luiz Nunes e Hélder Cabral; Nuno Piloto, Cris e Tiero; Miguel Pedro, Saleiro e Lito.

Suplentes: Pedro Roma, Amoreirinha, Berger, André Fontes, Diogo Gomes, Licá e Éder.