O melhor golo, a melhor temporada, a superioridade do FC Porto no número de conquistas. E Javier Saviola, o melhor colega que Pablo Aimar alguma vez desejou. É de El Conejo que Aimar fala neste trecho da conversa. Saviola está no Olympiakos e é adversário do Benfica na Liga dos Campeões. Tudo para ler na entrevista exclusiva ao Maisfutebol.

Nos cinco anos em Portugal, apenas foi campeão nacional por uma vez. Que leitura faz sobre esta superioridade do F.C. Porto?

«Não é fácil responder. Só estive cinco anos no Benfica e o Porto tem ganho muito mais vezes nos últimos 30. Só alguém que conheça bem a história do futebol português pode dar uma opinião válida sobre esse domínio evidente do Porto no número de títulos».

O Benfica é um clube complicado, complexo?

«É um clube exigente e por isso é tão grande. Não é complicado, é exigente. É disso que gosto».

Qual foi a sua melhor temporada no Benfica?

«Sempre adorei jogar com o Saviola. Os meus melhores momentos foram todos os que partilhei com ele entre 2009 e 2012».

Tem saudades de jogar com o Saviola?

«Sempre nos demos muito bem. Seria fantástico voltar a jogar com ele e depois retirávamo-nos juntos. Ele até vai jogar contra o Benfica na Liga dos Campeões, não é? Bom, bom».

E o melhor golo que marcou em Portugal? É fácil de escolher?

«Não marquei muitos [17 em cinco anos], gostava de ter feito mais (risos). O mais bonito foi marcado contra o Sporting, na Luz [13/04/10, 2-0], no ano em que fomos campeões. Tínhamos obrigatoriamente de vencer e tive a sorte de marcar».

O resumo do Benfica-Sporting 2009/10: