Jaime Pacheco e Manuel Machado, treinadores de Belenenses e Nacional da Madeira, respectivamente, comentaram desta forma a vitória da formação insular no Estádio do Restelo (1-2):

Jaime Pacheco: «É uma tristeza. Neste jogo em particular, acho que nem há dúvidas de que houve uma lição bem estudada da equipa de arbitragem. Ainda agora vi o lance, o nosso guarda-redes tinha a bola bem segura nas mãos antes do segundo golo. Para além disso, fomos sempre prejudicados no capítulo disciplinar. Jogámos sempre contra o vento. Fomos brindados com palmas pelos adeptos apesar da derrota, isto diz bem do trabalho destes profissionais. Quem viu o jogo, sabe que o Nacional só foi mais eficaz porque o jogador deles tira a bola das mãos do nosso guarda-redes. Acredito na permanência. Tendo os adeptos do nosso lado, sentimos que temos capacidade para conseguir o objectivo.

Manuel Machado: «Era importante recuperar o quarto lugar. Vínhamos de um desaire na quarta-feira, após longa caminhada para tentar chegar à final da Taça de Portugal. Disse aos jogadores que o mais importante era vencer para relançar esta recta final e tentar chegar à Europa pelo campeonato. Não foi um jogo requintado, fez a diferença a capacidade de finalização, com oportunidades idênticas para os dois lados. Julgo que o meu jogador cabeceia a bola antes do contacto, depois sim há contacto, mas é bem validado. O Benfica tem uma equipa apetrechada, mas sabem que não é fácil vencer o Nacional. Sabemos que é difícil mas é possível vencer. Vai ser um jogo interessante.»