O treinador do Paços de Ferreira, Pepa, assumiu que a equipa pacense está «bem e preparada» para o embate com o Gil Vicente, da 16.ª jornada da Liga.

O técnico assume que os pacenses querem ultrapassar a meta dos 30 pontos, e desvalorizou as comparações com o Paços de 2012/13, que, sob o comando de Paulo Fonseca, conseguiu o apuramento para a pré-eliminatória da Champions - por comparação, este Paços tem, à data, mais três pontos do que o de Fonseca.

«O Gil [Vicente] está numa sequência agora negativa, mas é uma equipa muito organizada. A grande estrutura manteve-se [da época passada], tem bons jogadores, bons reforços, um deles o nosso Pedrinho», começou por dizer, citado pela Lusa.

«Sentimo-nos bem e preparados para mais um jogo terrível contra uma boa equipa. Temos de perceber o jogo e saber o que fazer no contexto de cada momento, encontrando os melhores caminhos para fazer golo e evitar que o façam a nós», prosseguiu.

O Paços está a realizar uma excelente campanha e é atualmente o sexto classificado da Liga, mas Pepa quer os seus jogadores focados no futuro: «Não pensamos no que está para trás, temos de pensar no que vem à frente a curto prazo, mas não podemos olhar para muito longe, temos de  navegar com a terra à vista, com os pés no chão. Mas queremos o quanto antes entrar na casa dos 30, porque esta é uma daquelas metas emocionais.»

O treinador da formação da Capital do Móvel deu ainda os parabéns a Abel, pela conquista da Libertadores, e a Bruno Pinheiro, timoneiro do Estoril (líder da II Liga), «uma equipa muito arrumada, que dá gosto de ver jogar».

O Paços de Ferreira defronta o Gil Vicente esta terça-feira, em Barcelos, a partir das 20h15.