A futura bancada central, onde se instalarão a zona presidencial e os camarotes de empresa, além dos lugares para sócio, ficará pronta a 15 de janeiro de 2014, dentro de um mês e uma semana.

O jogo desta tarde, com o Estoril, será por isso dos últimos a ser disputado com o estádio com capacidade reduzida. As áreas media serão também melhoradas. 

As obras no estádio custou ao Paços a necessidade de jogar em casa emprestada, em Felgueiras, nas primeiras três jornadas «em casa», que se traduziram, na altura, em três derrotas para o Paços, então de Costinha.