«É o jogo mais importante porque é o próximo. Há três pontos em disputa e depois teremos de continuar a fazer o nosso caminho, pois ainda haverá mais dois jogos. Será uma partida difícil, importante, mas não decisiva.»

«Acreditamos que vamos conquistar os três pontos, tentando assumir o jogo, dominar e procurar o melhor resultado», acresentou o selecionador.

Estratégia? Esconder as fragilidades da equipa nacional e explorar as da Irlanda do Norte: «Preocupações não tenho, só ambição tremenda, pois os jogadores mostraram ao longo da semana que estão imbuídos de espírito de conquista e dose de ambição enorme».