Paulo Sérgio, treinador do P. Ferreira, em declarações na sala de imprensa após o empate a duas bolas frente ao Nacional:

«O Paços dispôs de muitas ocasiões e fomos nós que quisemos vencer. O Nacional foi muito feliz. Parece-me que o golo do Nacional surge de uma falta que ficou por marcar a nosso favor e o segundo nasce num pontapé fantástico. E o ataque do Nacional ficou por aí. Pretendíamos não sofrer golos, mas as coisas não saíram como pretendíamos nesse aspecto. O Nacional é agora mais favorito, mas tenho a convicção que podemos chegar à Madeira e inverter essa situação.»