«Tenho acompanhado a Selecção com alguma atenção, nervosismo, mas muito optimismo. Acredito que Portugal vai estar no Mundial, porque tem qualidade e as pessoas certas para o fazer. (...) As grandes equipas e os grandes jogadors têm capacidade e talento para superar este momento difícil», considerou Paulo Sousa, nesta terça-feira, à margem da apresentação do «Anuário do Futebol Mundial 2008/09», da autoria de Rui Malheiro e que partiu de uma ideia sua.

E a continuidade de Carlos Queiroz no comando técnico faz todo o sentido para o ex-jogador. «É a pessoa certa para a Selecção», defendeu Paulo Sousa, lembrando que o papel do seleccionador «não tem a ver apenas com a Selecção A e sim com um projecto para o futuro».

Sobre a mudança para Inglaterra, onde orienta o Queens Park Rangers, Paulo Sousa manifestou-se «muito satisfeito» com a opção tomada, mas reconheceu que a «adaptação» para quem chega com o campeonato já a decorrer é diferente daquela proporcionada por uma «pré-época». A subida à Premier League não é, por isso, um objectivo do presente e sim da nova temporada.