Pedrinha, médio do P. Ferreira, em declarações à TVI, após o final da segunda mão das meias-finais da Taça de Portugal, frente ao Nacional. Depois de uma igualdade na primeira mão (2-2), os pacenses chegam à final com um triunfo por 2-3, já nos descontos. Pedrinah fora suplente, entrou para o lugar do lesionado Dedé e fez dois golos na partida, ambos de penalty, com o último a decidir o jogo:

«É uma satisfação enorme, não estava à espera de entrar tão cedo, nem nas circunstâncias em que aconteceu. Fizemos dois golos, o Nacional empatou, mas era uma tremenda injustiça não passar a eliminatória. Sabíamos que tínhamos de trabalhar bastante e que íamos encontrar um excelente adversário. Sabíamos que tínhamos de ganhar o jogo e queria dedicar a vitória a todos os pacenses, à minha família e em especial ao Dedé.»