Pedro Correia, técnico do Leixões, no final do encontro diante do Gil Vicente, em que empatou sem golos:


«A justiça no futebol é sempre relativa, mas em relação ao último jogo o que nos deixou contentes é que deixamos uma imagem diferente da deixada na Taça de Portugal. Era esse o objetivo. Achamos que as oportunidades mais flagrantes foram nossas, do Talles e do Mailo, e se fosse por aí merecíamos ganhar».
 
«Pela nossa intensidade e qualidade que tivemos em determinadas alturas, trouxe-nos uma melhoria na nossa qualidade, identidade e personalidade. Saímos daqui quase com o dever cumprido, pois sabemos que quem joga com esta camisola joga para ganhar. Se tivéssemos tido mais sorte e tivéssemos mais frieza podíamos ter outro resultado».