O Maisfutebol desafiou os jogadores e treinadores portugueses que atuam no estrangeiro, em vários cantos do mundo, a relatar as suas experiências para os nossos leitores. São as crónicas Made in Portugal:

Críticas ou sugestões? Escreva-nos para madein@iol.pt

Conheça melhor o projeto

Leia a apresentação de Pedro Duarte

PEDRO DUARTE, OLYMPIAKOS DE NICÓSIA (CHIPRE):

«Olá a todos, uma vez mais.

Desta vez, vou escrever sobre o Futebol Clube Barreirense, emblema onde joguei grande parte da minha carreira e que me ajudou a crescer como jogador de futebol e como homem. Onde vivi grandes momentos de alegria e felicidade rodeado de pessoas sérias, amigos e excelentes grupos de trabalho.



Pelo Futebol Clube Barreirense passaram grandes jogadores e grandes nomes do futebol Português. Tem uma mística incrível, uma estrutura e organização que clubes do nosso primeiro escalão não tinham.

Foi um prazer fazer parte da família Barreirense. Digo isto porque éramos realmente uma família dentro e fora de campo. Um clube onde encontrei grandes profissionais, pessoas competentes , muita ambição, profissionalismo e onde vivi grandes alegrias .



Os adeptos eram incansáveis no apoio à equipa e a nossa claque (Brigada Relote) acompanhava-nos para todo lado. O Estádio Manuel de Melo estava sempre muito composto nos jogos em casa e tornava-se um campo difícil para as equipas adversárias.

Tive o prazer de viver neste clube um dos dias mais felizes da minha carreira, a tão desejada subida de divisão. Lembro-me como se fosse hoje: o estádio completamente repleto de barreirenses a torcer pela tão desejada vitória, e a mais que merecida subida de divisão.

Tínhamos uma equipa composta por jogadores jovens, de grande qualidade e humildade, e um dos orçamentos mais baixos da 2ª Divisão B. Todos trabalhávamos para alcançar um só objetivo, a vitória. Encarávamos todos os jogos como se fossem finais e éramos uma verdadeira família dentro e fora de campo.



Queria aproveitar para agradecer a todos os treinadores, diretores, chefes de departamento Juvenil, departamento médico, rouparia, adeptos e simpatizantes do Futebol Clube Barreirense, por me terem dado todo o apoio nessa casa que vai estar sempre no meu coração.

Para terminar um grande obrigado a todos os profissionais e grandes amigos com quem partilhei o balneário nesta casa e com quem aprendi e vivi memórias que jamais serão esquecidas.

Um grande abraço e até breve,



Pedro Duarte»