«Não é a primeira vez que o faz. Por vezes tem este tipo de comportamento comigo, que eu muito respeito e agradeço. Sou da opinião que deve existir proximidade entre os intervenientes do jogo, entre os árbitros, os treinadores e os jogadores. O que ele me disse guardo para mim, mas foram palavras elogiosas e que gostei muito de ouvir», disse o técnico.

Durante a conferência de imprensa, Domingos não poupou nos elogios aos árbitros apesar de defender por vezes há lances que são mal analisados. «Analisou os lances de forma coerente, foi uma boa arbitragem. O golo acontece 14 ou 15 segundos depois do fim do minuto de compensação, mas ele não poderia adivinhar que fosse dar em golo. E depois houve situações más para o futebol, como o Di María a tentar provocar cartões com simulações. Isso só prejudica o trabalho dos árbitros», concluiu.