«Com Pep Guardiola e depois Tito Vilanova tivemos treinadores oriundos do clube. Talvez tenhamos abusado do nosso próprio estilo, tornámo-nos escravos do tiki-taka», disse Piqué numa entrevista ao suplemento «Extra Time» da italiana «Gazzetta dello Sport».

«Agora há Tata Martino, que vem de fora. Tem a mesma ideia de futebol quanto à utilização da bola, mas também tem outras opções de jogo. É muito positivo podemos recorrer a variações, sobretudo quando o adversário nos conhece bem ou fecha totalmente o jogo», defende.