Manuel Machado e Jorge Jesus trocaram alguns «piropos», em declarações à Sport Tv, depois do empate entre Nacional e Sp. Braga (1-1), na Choupana, em jogo da 25ª jornada da Liga:

Jorge Jesus:

«Este é um resultado que nos penaliza. Durante 90 minutos fomos a melhor equipa. Nos primeiros 45 minutos, mandámos no jogo, tivemos mais situações de golo, fomos a mlhor equipa e defrontámos um adversário que só procurou defender, que teve muito medo do Braga. Acabámos por sofrer um golo num livre, aliás num dos dois remates que ele fizeram no jogo. Jogámos contra um rival directo, que tem os mesmos objectivos, mas foi o adversário que teve a sorte do jogo e acabou por empatar. As ausências foram para os dois lados, não é por aí. Aquilo que quero focalizar, é que o Braga hoje foi muito superior em relação a este rival e sai daqui com dois pontos perdidos. Qualquer que fosse o resultado que acontecesse aqui, estas duas equipas não se iam afastar dos seus objectivos».

Manuel Machado:

«Julgo que o resultado acaba por se aceitar, quem escolheu um plantel a la carte e neste momento está atrás de uma das equipas mais jovens de todos os campeonatos da Europa. O Nacional sofreu um penalty indiscutível e depois reagiu bem na segunda parte e empatou com justiça. Pelo cômputo geral dos 90 minutos, tendo em conta os imponderáveis da partida, acabo por aceitar a divisão dos pontos. A expulsão de Alonso acaba por nos prejudicar, estávamos numa fase ascendente, havia uma retracção dos jogadores do Braga com a entrada de Mossoró, havia algum temor de quem dirige o Braga. O primeiro amarelo a Alonso condicionou-nos. Quero realçar o que o Nacional tem feito em relação a equipas que são muito mais cotadas, é de alguma maneira uma aprendizagem para alguns que têm um discurso fanfarrão».