«Fui um idiota. Infelizmente, a minha reacção foi exagerada, mas tudo está resolvido e não tenho qualquer problema com Ballack. Já falámos sobre o que aconteceu», admitiu o jogador, este sábado, ao Bild.

Ao contrário do treinador do Bayern, Jürgen Klinsmann, o presidente Franz Beckenbauer, antiga lenda do futebol alemão e mundial, criticou Podolski na sua coluna no Bild. «Se uma bofetada a Ballack passasse impune, a equipa receberia um sinal errado», defendeu.

Para colocar água na fervura, a Federação Alemã anunciou na sexta-feira que Podolski iria contribuir com cinco mil euros para uma iniciativa em prol do fair play.