declarações

«Pedimos um esclarecimento ao Inter e tomámos nota da posição deles. Agora esperamos uma decisão da federação, que decidirá sobre este episódio», disse Jean Claude Blanc, administrador-delegado do clube de Turim.

Na véspera a Juventus já tinha emitido um comunicado a contestar as «graves declarações» de Mourinho e a pedir ao Inter que se demarcasse das palavras do técnico, por considerar que «desrespeitavam a Juventus e os seus 14 milhões de adeptos». O emblema «nerazzurro», no entanto, ficou do lado do seu treinador, alegando que Mourinho «expressou as suas ideias sem insinuações, sem malícia e com sinceridade, dentro do seu estilo, muito apreciado no clube».