António Folha, treinador do Portimonense, em conferência de imprensa, depois da vitória sobre o Sporting (4-2), em jogo da 7ª jornada da Liga:

[Qual é a sensação de ganhar ao Sporting?]

- Sensação de dever cumprido. Fizemos um grande jogo, mas isso só nos garante três pontos. Gostamos muito de ganhar e hoje ganhámos porque fomos competentes, contra um adversário poderosíssimo. Fomos felizes e estamos todos felizes. Aquilo que disse aos meus jogadores foi isso mesmo: temos de ter sempre esta capacidade que tivemos nestes dois jogos em casa. Houve jogos em casa que merecíamos ganhar e por isto ou aquilo isso não aconteceu. A equipa não pode ter duas caras, tem de ter o mesmo caráter fora e em casa. Eles perceberam isso e continuaremos a fazer isso no futuro. Eu quero jogar este futebol, porque este é o futebol que projeta equipas e jogadores e dá espetáculo. Posso perder, mas não sou treinador para jogar para o ponto. Hoje foi possível ganhar porque não tivemos medo de perder com o Sporting.

[Fez várias alterações na equipa]

- Uma das trocas foi por lesão do Lazaroni. A outra foi por opção. Conheço bem o Vítor Tormena. Sabíamos que o jogo exterior do Sporting é muito forte e que os cruzamentos para a área causam muito perigo.