Paulo Sérgio, treinador do Portimonense, espera que a sua equipa esteja «num nível de competência elevado» para vencer na receção ao Santa Clara, no domingo, em jogo da 6.ª jornada da Liga.

«Espero que a nossa competência esteja num nível elevado no confronto com o Santa Clara, ao contrário do que sucedeu na jornada anterior com o Tondela, onde tivemos uma entrada amorfa e adormecida», destacou o treinador na antevisão do jogo.

O técnico dos algarvios indicou que a equipa trabalhou ao longo da semana para corrigir o que de menos bom foi feito, no sentido desta dar uma resposta diferente no confronto com a equipa açoriana. «É imperioso entrar [no jogo] desde o primeiro minuto para competir, com discernimento, com a atitude correta e não podemos estar à espera para depois reagir quando as coisas estão a correr menos bem», alertou.

Paulo Sérgio não espera encontrar facilidades diante do Santa Clara, uma equipa que considera «muito boa, muito confiante e que, apesar de ter feito um bom início de campeonato, tem apenas mais três pontos» que os algarvios.

«É um desafio para nós, porque é um adversário que podemos apanhar na classificação, vencendo-o aqui. Está a uma distância de três pontos, joga bem e tem sido bastante eficaz, nomeadamente o seu ponta de lança Thiago Santana, que tem todos os golos da equipa [cinco]», indicou.

Embora o avançado açoriano tenha sido o autor de todos os golos do Santa Clara esta temporada, Paulo Sérgio assegurou que este «não vai merecer atenção especial» no domingo.

«Ele merece a mesma atenção que os outros, porque apenas tem concretizado o jogo ofensivo da sua equipa, é mérito da equipa. Tem aproveitado bem, num início de temporada fulgurante e esperemos que isso seja interrompido aqui no domingo», avançou.

O treinador dos algarvios acrescentou que «há que olhar para toda a equipa do Santa Clara, mas, principalmente, olhar para o Portimonense e fazer perdurar no tempo tudo o que de bom tem vindo a fazer». «Queremos eliminar o tempo em que não temos estado tão bem, porque em todos os jogos temos tido períodos muito bons, no entanto as derrotas por 1-0 deixam-nos sempre com aquele amargo de boca, porque tanto poderiam ter caído para um lado como para outro e, infelizmente, ainda não caiu para o nosso», lamentou.

Paulo Sérgio revelou também que do plantel apenas o lateral-direito Fahd Moufi e Hackman estão impedidos de dar o seu contributo para o jogo com o Santa Clara. O franco-marroquino Moufi aguarda pelos resultados dos exames que mostrem que está recuperado da covid-19, enquanto e Hackman continua a recuperar de uma intervenção cirúrgica.

O treinador indicou ainda que os casos de infeção por covid-19 detetados na equipa dos sub-23 do Portimonense «causa sempre preocupação e faz com que todos fiquem mais alerta», adiantando que a equipa principal treina e joga em zonas e alturas diferentes, sem que se cruzem uns com os outros».

Um total de quinze casos de infeção pelo novo coronavírus foi detetado na equipa de futebol de sub-23 do Portimonense, segundo confirmou a delegada de saúde regional do Algarve, Ana Cristina Guerreiro, na habitual conferência de imprensa quinzenal de balanço da situação epidemiológica na região.