Na Suíça, perante muitos emigrantes portugueses, a Selecção Nacional entrou da melhor forma no jogo e marcou logo aos quatro minutos. Na sequência de um canto, Bruno Alves aproveitou da melhor forma uma bola alta e inaugurou o marcador.

Portugal entrava no encontro a marcar e pôde por isso tranquilizar-se. O segundo golo chegou apenas na segunda parte, num autogolo de Thwala, que desviou para a própria baliza um cruzamento quando pressionado pelo estreante Edinho.