Será o quarto jogo entre os dois emblemas com Scolari num dos bancos, o segundo ao comando da equipa do seu país, tal como já tinha sido o primeiro, em 2002, no «velhinho» Estádio de Alvalade, num jogo de preparação para o Campeonato do Mundo da Coreia do Sul e Japão. A Seleção Nacional, então comandada por António Oliveira, marcou primeiro, por Sérgio Conceição, mas o Brasil acabou por empatar com um golo de penálti de Ronaldinho Gaúcho.

Um ano depois, Scolari muda de banco e bate o Brasil por 2-1, ainda no Estádio das Antas, na preparação para a fase final do Euro-2004. Pauleta marcou o primeiro, logo aos 8 minutos, a passe de Conceição, mas Ronaldinho, outra vez ele, voltou a empatar na conversão de uma grande penalidade, mas Deco, na marcação de um livre, garantiu o triunfo contra o país onde nasceu.

O último jogo entre «irmãos» com Scolari, foi em fevereiro de 2007, em Londres, na preparação para novo Campeonato da Europa e Portugal voltou a vencer, desta vez com dois golos tardios, assinados por Simão (82m) e Ricardo Carvalho (90m).

Tudo somado, antes deste jogo de Boston, Scolari soma um empate pelo Brasil e dois triunfos por Portugal. Sem Scolari, mais dois jogos, entre os dois países, com Carlos Queiroz ao comando de Portugal. O primeiro de má memória para as cores nacionais, com uma embaraçosa goleada consentida no Bezerrão (2-6). O segundo foi em pleno Campeonato do Mundo, em 2010, na África do Sul, e terminou com um empate sem golos.

Recorde aqui os jogos entre Portugal e Brasil com Scolari num dos bancos:

2002: Portugal-Brasil, 1-1:

 

2003: Portugal-Brasil, 2-1:

2007: Portugal-Brasil, 2-0: