Com Tiago no sector intermediário e Danny como falso ponta-de-lança, a selecção de Portugal empurrou a Suécia ao longo dos noventa minutos mas denotou uma tremenda falta de eficácia. Na etapa complementar, a equipa lusa foi perdendo forças e não cresceu com as substituições operadas.

Cristiano Ronaldo ainda desperdiçou uma oportunidade soberana, cabeceando por cima em excelente posição. Com este resultado, Portugal permanece na quarta posição do Grupo 1, em igualdade pontual com Suécia e Albânia.