chamado à seleção A

«O nosso grande objetivo é colocar ou ajudar a colocar jogadores na seleção principal e ficamos muito satisfeitos quando isso acontece. Só temos de ficar satisfeitos quando isso acontece», disse Rui Jorge, em conferência de imprensa.

«Lá [na Albânia] conseguimos vencer porque fizemos um bom jogo e conseguimos marcar golos na primeira parte e conseguimos ter uma vitória tranquila. A responsabilidade é a mesma de sempre, é dignificar a nossa camisola, o nosso país, da melhor forma. Claro que os resultados nos motivam a continuar. A grande motivação é sempre a vitória, que nos vai permitir alcançar o primeiro lugar».

Em relação ao ciclo de resultados positivos, Rui Jorge evita falar em deslumbramento.

«O moral está bem, porque temos três jogos e três vitórias. Têm de estar moralizados porque têm feito um bom trabalho até aqui. Não acredito em deslumbramento nestes jogadores, estão motivados para demonstrar a sua qualidade».

Jota, do Paços de Ferreira, foi o último jogador a chegar, colmatando a saída de Rúben Neves.

«O Jota está cá, ainda nem pertence a este escalão etário e vai-se integrando. É um jogador por nós observado há bastante tempo».