O herói do Europeu 2016 voltou a não ser convocado por Fernando Santos, mas o selecionador nacional disse que o avançado esteve na lista de pré-convocados, e voltou a sublinhar, que Eder sabe que é importante para a seleção.

Justificando isso mesmo, o selecionador nacional disse também que Rafael Leão esteve na lista mais alargada para os jogos com a Ucrânia e a Sérvia que marcam o início da qualificação para o próximo Europeu: «Não há pré-convocatória para portugueses, só para estrangeiros - que jogam fora de Portugal. É a única que existe e que fazemos por obrigação, e por norma da UEFA. Todos os jogadores que estão fora sabem bem que fazem parte e o Eder fez parte dessa pré-convocatória, tal como muitos outros que podíamos enunciar como por exemplo o Rafael Leão.»

«Sempre disse que basta estar atento às convocatórias e ver que os jogadores que não estiveram ontem podem estar hoje e que quem não está hoje pode estar amanhã», referiu.